Futuro à vistaSegundo editorial publicado pela BBC News, escrito por seu Editor de Ciência, David Shukman, o físico britânico Stephen Hawking afirmou que a humanidade corre o risco de ter de enfrentar uma série de perigos criada por ela mesma como guerra nuclear, aquecimento global e vírus criados pela engenharia genética.
O cientista disse, também, que o progresso na ciência e na tecnologia criará “novas formas de as coisas darem errado”. O físico prevê que a humanidade enfrentará sérios apuros no futuro e que sua sobrevivência dependerá da capacidade de colonizar outros planetas.

Por outro lado, recebi de um amigo, via internet, um extenso texto abordando inúmeros tópicos sobre o que ele chama de a “Era Exponencial”. Visão diferente daquela do Dr. Hawking que, apesar de tratar-se de futurologia também, merecem atenção para, quem sabe e se “seu tempo” ainda o permitir, conferir.

Como são mais de 25 as colocações, permiti-me escolher algumas, mas lembrando que se você tiver interesse em conhecê-las todas basta entrar em contato pelo e-mail ponderando@jcholambra.com.br e será atendido(a). No original, estão escritas em inglês e espanhol.

  • Os softwares mudarão o perfil das industrias tradicionais em 5 a 10 anos. Como exemplos dos dias atuais, o Uber é apenas um aplicativo, não possue um veículo sequer e é, hoje, a maior companhia de táxis do mundo.
  • A Airbnb é, neste momento, a maior hoteleira do mundo sem possuir nenhum hotel.
  • A IBM Watson já está ajudando os médicos a diagnosticarem o câncer com exatidão 4 vezes maior.
  • Facebook já dispõe de um software padrão capaz de reconhecer um rosto com mais precisão que os humanos.
  • Os primeiros automóveis “autônomos” surgirão em 2018. Em 2020 espera-se que a industria automotiva comece a enfrentar problemas e você não vai mais desejar possuir um carro: simplesmente chamará um por telefone e ele logo estará à disposição, em sua porta, e o levará ao seu destino. Sem qualquer preocupação com estacionamento pagando apenas a distância percorrida. Necessitaremos de 90% a 95% menos carros. A ocorrência de acidentes a nível mundial, que é hoje de um a cada 100.000 km, passará a ser, com os autônomos, de um para cada 10 milhões de km.  Um milhão de vidas serão salvas a cada ano.

A futurologia tem se mostrada, ao longo dos séculos, como verdadeiro oráculo. A pequena amostra das colocações acima poderá, portanto, servir para reflexão de todos: empreendedores, empresários, estudantes à busca de uma profissão nas faculdades e, ainda e por que não, para aqueles que pretendem mudar o rumo de suas vidas. A ponderar!   

(Este texto está protegido pela Lei nº 9.610/98)