PONDERANDO

HOLAMBRA

Categoria: Internacional (page 1 of 6)

“ALL LIVES MATTER” (Todas as vidas importam)

O deplorável episódio envolvendo a morte de um homem negro – George Floyd – por um policial branco, em Minneapolis (EUA), em 25 de maio último, trouxe revolta e inconformismo mundo afora pela brutalidade e violência usadas naquela que deveria ter sido apenas uma abordagem rotineira.

Entre as mais variadas formas de contestação no país assistiu-se ao ataque e destruição de estátuas de figuras históricas em uma demonstração de raiva incontida pela população, não apenas negra, mas, também, a branca. Continue reading

Um admirável dia novo, aqui e agora

Havia me proposto a não escrever sobre o caos instalado no país por conflitos de toda ordem. Desde manifestações habituais de quem deveria liderar diante das crises sanitárias às econômicas derivadas da primeira até a insurgência de militantes contra atos promulgados pela Organização Mundial da Saúde e orientação de epidemiologistas e infectologistas visando reduzir o elevado índice de mortalidade pela pandemia mundo afora. No momento em que digito, só no Brasil são mais de 12 mil óbitos e 170 mil casos confirmados. Continue reading

A Hora da Verdade

O covid-19, doença que foi identificada pela primeira vez em Wuhan, na província de Hubei, República Popular da China, em 1 de dezembro de 2019, teve o primeiro caso reportado em 31 de dezembro do mesmo ano.

De lá para cá o surto foi se alastrando mundo afora levando inicialmente a Itália a se tornar o epicentro na Europa onde, devido a reações tardias visando bloquear a contaminação, atingiu números catastróficos de infectados e mortos.

A demora em tomar providências drásticas e ignorar à orientação de efetuar o confinamento ou distanciamento social recomendadas pela OMS – Organização Mundial da Saúde – levaram de roldão a França e a Espanha sem menosprezar-se a atitude – comprovadamente desastrosa – do primeiro ministro britânico Boris Johnson que, tardiamente, se viu obrigado a exigir o isolamento da população recebendo como troco sua contaminação, internação em estado grave e, talvez, por sorte, sua recuperação graças ao excelente serviço de saúde – NHS – disponível no país.

Afinal, até 15 de abril de 2020, pelo menos 1 970 879 casos da doença foram confirmados em mais de 210 países e territórios, Pelo menos 125 910 pessoas morreram (mais de 25 000 nos Estados Unidos, pelo menos 21 000 na Itália, cerca de 18 000 na Espanha, por volta de 15 700 na França, mais de 12 000 no Reino Unido e pelo menos 3 300 na China). (Wikipedia)

Mas parece que esses números e a clara evidência de que as recomendações da OMS não assustam, vem levando alguns governos a arriscar parte de suas populações a contraírem o codiv-19 com futuro imprevisível sombrio.

Os efeitos mundiais da pandemia levaram à instabilidade social e econômica, corridas às compras, xenofobia e racismo contra pessoas de descendência chinesa e do leste asiático, on-line de informações falsas e teorias da conspiração sobre o vírus e o encerramento de escolas e universidades em pelo menos 115 países, afetando mais de 1.6 bilhão de estudantes. 

Enquanto isso, no Brasil, esforços de médicos e cientistas consagrados, na tentativa hercúlea de poupar o país de uma catástrofe – em uma corrida contra o tempo – tenta reduzir nossa deficiência em equipamentos e infraestrutura hospitalar perseguindo as orientações inequívocas da OMS.   

Infelizmente, na contramão, significativa parcela de nossa população iletrada, inculta, desconhecedora sobre o que se passa pelo mundo, é influenciada pela ala política antítese da ciência. Exposta que está, de forma ingênua, milhares de brasileiros inocentes poderão vir a pagar com suas vidas a dívida ora sendo contraída por um…. não consigo encontrar adjetivo qualificativo pertinente!

No Limiar da Nova Aurora

Pesquisei frases natalinas e de votos de feliz ano novo, prontas, para enviá-las a você. Afinal, é o que muitos fazem na época das Festas. Encontrei apenas clichês, frios, revestidos de palavras não menos.

Ponderei sobre o universo de citações colocadas na internet para tornar as pessoas mais preguiçosas ao imaginarem que ao transcrever frases de efeito, padronizadas, cumprem com o que imaginam ser uma obrigação: os cumprimentos de fim de ano. Afinal, imagino eu, toda mensagem é única – ou deveria ser – Continue reading

A prioridade na realização pessoal

A vida é feita de embates desde que nos entendemos por gente. Sempre em tentativas de ocupar espaços que acreditamos serem nossos, ganhando e perdendo como em batalhas planejadas. Na escola foi assim, no meio social não tem sido diferente e no trabalho – pela sobrevivência e perseguição ao sucesso – causas e efeitos se apresentam mais pronunciados.

Quero crer que que é no trabalho que a visibilidade se torna mais cristalina, onde anseios levam não poucos a compactuar na busca da manutenção de um status-quo ou ascensão. E nesse universo, onde tantos lutam para entrar e outros tantos para não sair, a briga é de cachorro grande. Continue reading

A sorte do FC Barcelona

A novela midiática em que se transformou (mais uma) transferência de clube do jogador Neymar – não apenas de futebol, mas também de transações milionárias – chegou ao fim. Alvíssaras por que não deu certo seu retorno ao Barça. Continue reading

Aguardemos o gran finale da ópera bufa

Parece não haver mais dúvidas que prossegue a candidatura do deputado federal Eduardo Bolsonaro, filho do Presidente da República, para ocupar a Embaixada do Brasil nos Estados Unidos da América. Segundo seu pai, “da minha parte está definida [a indicação)”. Disse mais, em evento no plenário da Câmara (15/07/19).: “Se está sendo tão criticado pela mídia é sinal de que é a pessoa adequada”. Não entendi a alusão, mas de qualquer forma, são críticas oriundas não apenas da imprensa. Inclusive minha, destacaria eu.

Por fim, conclui o Presidente Jair Bolsonaro: “Tem um caminho todo grande pela frente. Tem um termo técnico para os Estados Unidos verem se tem alguma coisa contra [a nomeação]. Tem que conversar com o Parlamento” (sic). Sem comentário.

Aliás, o anúncio da indicação para ocupar a embaixada em Washington foi, curiosamente, feito tão logo o filho completou 35 anos, idade mínima estabelecida por lei para chefiar qualquer missão diplomática no exterior. Reto e direto!

Em função desse quadro e segundo o jornal Folha de S. Paulo, interlocutores do governo já começaram a se movimentar nos bastidores para tentar aprovar – em votação secreta – o nome de Eduardo Bolsonaro no Senado. Pois é! “Brasil acima de tudo…”

Imagina-se que o “efeito Trump” tenha algo a ver com a indicação, haja vista determinadas coincidências de atitudes e pensamento entre os dois presidentes. Todas sobejamente conhecidas. Saliente-se que mundo afora, exceto em ditaduras, dificilmente indicar-se-ia alguém para ocupar cargo topo da diplomacia – principalmente em embaixada na maior potência mundial – apenas com credenciais relevantes como na culinária (fritar hamburger no país), fazer treinamento cardiovascular de resistência ao frio montanhas do Colorado e enfrentar o gélido clima no estado do Maine na fronteira do Canadá.

E a propósito: aceitaria o Brasil, como embaixador para representar seu país aqui, alguém que apenas aprecia uma caipirinha, já brincou no carnaval e tenha visitado as belas praias do nordeste?

Mas como já expresso anteriormente, a forma como o maestro conduz sua sinfônica, sempre dispensando o “spala” (responsável por afinar a orquestra, antes da entrada do maestro) permanece intacta e inalterada.

Assim, aguardemos o gran finale da ópera bufa!

Curtiu? Compartilhe

e-mail: radeathayde@ponderando.com.br

 

Vale a pena ver de novo?

Estamos vivendo dias conturbados na política e economia brasileiras. Não é menos verdade que na Europa – por razões distintas, mas não menos preocupantes – a insatisfação e consequências dos rumos a serem tomados – por decisões não menos apaixonadas – podem repercutir em meio mundo com resultados imprevisíveis, inclusive para o Brasil. Continue reading

Fraternidade e Desprendimento

No último dia 15 de abril a Catedral Notre-Dame de Paris sofreu um incêndio de grandes proporções causando consternação mundial. Sua construção, iniciada no século XII (ano 1163), durou mais de cento e setenta anos. Uma obra prima da arquitetura gótica, a catedral revelou-se cartão postal emblemático que recebia uma média de 13 milhões de visitantes ao ano e foi declarada Patrimônio da Humanidade em 1991. Continue reading

Estaremos nós a serviço da tecnologia em futuro próximo?

Quanto maior o desenvolvimento da tecnologia da informação (TI) menor parece ser a comunicação efetiva e afetiva entre as pessoas. Entenda-se comunicação como sendo entendimento, aproximação.

O choque de costumes, agravado em certas partes do planeta por levas de migrantes na busca por uma vida melhor em terras tão distantes quanto as novas culturas a enfrentar, parece estar provocando uma profunda reformulação – invisível, talvez – nas regras de convivência e comunicação humanas. Continue reading

« Older posts

© 2020 PONDERANDO

Theme by Anders NorenUp ↑