PONDERANDO

HOLAMBRA

Categoria: Sustentabilidade (page 1 of 3)

A (falta de) Cultura de Segurança no Brasil

Neste momento de comoção nacional, sinto-me obrigado a recordar dramas já vividos por nossa sociedade. É como posso registrar minha indignação diante da burocrática omissão de autoridades frente a tragédias, muitas evitáveis. E não menos, por inação na esfera jurídica. Continue reading

É crime matar o tempo

Não é novidade que a evolução meteórica dos acontecimentos nos deixa perplexos quando damos um “stop” para processar a quantas andamos. Penso que – assim como o envelhecimento – o tempo e a tecnologia vão se encarregando de transformar tudo e todos. Inexorável.

O desenvolvimento tecnológico, responsável pelas mutações em todos os segmentos da vida, nos mobiliza diante de eventos e fatos que surgem como se brotassem do nada. Forma e o conteúdo se apresentam de roupa nova, mas a essência permanece a mesma. Continue reading

Ainda existe gente assim

Cansado de ver, ouvir e ler sobre tanta bandidagem, politicagem, conluios entre todas as camadas sociais e futilidades, decidi garimpar nesta semana assuntos que pudessem nos levar a mais reflexão em outra dimensão. Ou seja, a existência de conteúdo que nos permitisse continuar a ter mais esperança na espécie. Fora da caixa! Continue reading

Agora é pegar ou largar

O mundo acordou hoje com a triste notícia do falecimento de Stephen Hawking aos 76 anos. Físico teórico e cosmólogo, esse gênio britânico ajudou a entender a origem do Universo e o papel dos buracos negros. Para quem desconhece, Cosmologia é a Ciência que estuda o Universo na sua origem, estrutura, evolução e composição. Continue reading

Bônus e ônus da tecnologia

Ao longo das últimas décadas, o desenvolvimento tecnológico sem precedentes vem ocupando lugar de destaque em nossas vidas alterando hábitos e costumes. Mudanças radicais, inclusive de comportamento, transformaram o perfil das sociedades levando-as a serem mais complacentes, libertas de preconceitos, mais autênticas em diversos sentidos. Continue reading

Não vou entregar a rapadura

Tenho a sensação, por vezes, de estar “pregando” em pleno deserto onde apenas o sol ardente, o vento cortante e a brisa congelante da noite se manifestam. Em realidade, abordar temas indigestos voltados para a política caseira, descompromissada com o país, não é a mais atraente das leituras.

Mas o mundo não é só política, ou só é, como assegurou-me nosso prefeito, “certa feita”, anos atrás. Assim, apesar da estrada longa já percorrida, meu inconformismo não é pequeno para o que me parece ser injustiça, falta de ética e lisura na vida social, econômica e política do país. Por isso me manifesto! Continue reading

MOMENTO OPORTUNO PARA (RE)LEMBRAR

Se és capaz de manter tua calma, quando,
todo mundo ao redor já a perdeu e te culpa.
De crer em ti quando estão todos duvidando,
e para esses no entanto achar uma desculpa.

Se és capaz de esperar sem te desesperares,
ou, enganado, não mentir ao mentiroso,
Ou, sendo odiado, sempre ao ódio te esquivares,
e não parecer bom demais, nem pretensioso. Continue reading

Somos todos irracionais

O mundo está em estado de alerta. Vem sofrendo as consequências da – e tentando entender a – epidemia da violência sem medida. Presente em todos os países sob roupagem distinta, mas não menos cruel, faz-nos pensar que estamos diante do final dos tempos. Estaríamos vivendo a Batalha do Armagedom? Continue reading

Estupidez humana

Somos obrigados a absorver uma verdadeira enxurrada de informações produzidas pelas mídias “on-line e em tempo real”.  O que nos chega, através dos olhos e ouvidos, durante 24 horas, é abissal. Como em um lanche de “fast food”, engolimos as notícias por minutos – no máximo – e ponto final. Continue reading

Utopia ou sobrevivência da espécie?

utopia-ou-sobrevivenciaO mundo dos grandes negócios sempre esteve unido ao da política e inclinado a negociatas. A ambição desmedida pelo poder, seja ele econômico, financeiro, religioso ou de Estado, está enraizada naqueles que a ele almejam. Assistimos, desde tempos imemoriais, a invasões de países visando a expansão territorial e a incorporação de riquezas presentes abaixo e acima do solo. No passado remoto, ouro, prata e até mesmo posse da água, justificavam ações sangrentas cujas vitórias eram cantadas em verso e prosa e vencedores aplaudidos como heróis. Assassinatos políticos em nome do dito (poder) estão presentes na história desde A.C.   Continue reading

« Older posts

© 2019 PONDERANDO

Theme by Anders NorenUp ↑