E a Holanda esteve em festa pela abdicação da rainha Beatrix ao trono dos Países Baixos, na terça feira desta semana, dando lugar ao seu filho, o príncipe – agora rei – Willem Alexander.

A monarquia veio sendo substituída por repúblicas desde o final do século XIX, princípio do século XX, por várias razões que não cabem ser abordadas aqui. Poucas são as sobreviventes, principalmente na Europa: Noruega, Suécia, Dinamarca, Holanda, Reino Unido, Bélgica, Mônaco, Espanha, Luxemburgo.

Encontra resistência de muitos setores, mas não são poucos os adeptos fervorosos dessa forma de governo. No caso da Holanda, por exemplo, 78% dos holandeses apoiam o regime. Mundo afora se questiona o padrão de vida dos monarcas, os tributos pagos pelos súditos para atender às despesas oficiais – arcadas por fundos públicos -, a pompa e circunstância eventuais. Na verdade, não existe regime que seja integralmente aprovado pela população que sob ele vive, ou sobrevive como em certos países do oriente médio. A monarquia tem seu charme, haja vista o casamento no ano passado do Príncipe William com a plebeia Kate Middleton quando a cunhada, a gata (com todo o respeito) Pippa Middleton arrasou…

Holambra, originalmente núcleo agrícola fundado por imigrantes holandeses a partir de 1948 – depois do sofrimento de ver seu país invadido durante a segunda guerra mundial – foi emancipada apenas em 1992. E para os que desconhecem a origem do nome HOLAMBRA: HOLanda, AMérica, BRAsil. Criativo (o nome), foi mais um tributo à terra que os recebera de braços abertos e assim batizada de forma singela, mas marcante.

O Dia da Rainha (holandes: Koninginnedag) – 30 de abril – é um feriado nacional nos Países Baixos, nas Antilhas Holandesas e Aruba, sempre celebrado em grande estilo. Na Holambra, como não poderia deixar de ser, a data festiva foi comemorada no domingo passado, dia 27, com entusiasmo e grande apoio popular. A prefeitura, mencione-se em destaque, está de parabéns pela organização do evento realizado com absoluto sucesso. A rainha Beatrix certamente agradeceria.

E para encerrar, o Rei Willem-Alexander tem como esposa a argentina Máxima Zorreguieta que, sem qualquer trocadilho, é bela, culta e inteligente. Para gáudio de “los hermanos”, que não contentes em ter um papa abocanham, agora, a posição de esposa do rei dos Países Baixos (tecnicamente impreciso chamado de Holanda): a Rainha Máxima.

Não é o máximo, “hermanos”?