Que atitude! Tomara possamos um dia seguir este exemplo… alguém tem de começar. Por que não nós? 

SERÁ QUE AINDA VEREMOS NOSSO PAÍS  COM ESSE PATAMAR DE  HONESTIDADE?

 

 

Entramos num pequeno café na Bélgica com um amigo meu e fizemos o nosso pedido. Enquanto estamos a aproximar-nos da nossa mesa duas pessoas chegam e vão para o balcão:

– “Cinco cafés, por favor. Dois deles para nós e três suspensos.”

Eles pagaram a sua conta, pegaram em dois e saíram.

Perguntei ao meu amigo:

– “O que são esses cafés suspensos?”

O meu amigo respondeu-me:

– “Espera e vais ver.”

Algumas pessoas mais entraram. Duas meninas pediram um café cada, pagaram e foram embora. A ordem seguinte foi para sete cafés e foi feita por três advogados – três para eles e quatro “suspensos”. Enquanto eu ainda me pergunto qual é o significado dos “suspensos” eles saem. De repente, um homem vestido com roupas gastas que parece um mendigo chega na porta e pede cordialmente:

– “Você tem um café suspenso?”

Resumindo, as pessoas pagam com antecedência um café que servirá para quem não pode pagar uma bebida quente. Esta tradição começou em Nápoles, mas espalhou-se por todo o mundo e em alguns lugares é possível encomendar não só cafés “suspensos” mas também um sanduíche ou refeição inteira.

“Partilhe no sentido de divulgar esta ideia”

(Reproduzido de e-mail enviado por amigos na Europa)